Os benefícios fiscais para startups que você não conhecia

A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas para as Startups há diversos beneficios. (Imagem: Ilustrativa)

A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas muitos processos burocráticos que podem parecer complicados à primeira vista, ajudam a desenvolver o negócio com mais facilidade depois que são compreendidos. É o caso dos benefícios fiscais para startups!
Existe uma série de vantagens de que você pode usufruir facilmente, mas que passam despercebidas para várias startups brasileiras.
Neste artigo, você vai conhecer 5 benefícios fiscais que podem ajudar sua empresa a se desenvolver mais e com menos dificuldades!

1. Finep para startups

Mais conhecida por sua sigla, Finep, a Financiadora de Estudos e Projetos é uma empresa pública de fomento à ciência, tecnologia e inovação — ideais muito importantes para qualquer startup, certo?  Por isso mesmo, elas são contempladas com o programa Finep Startup, que, segundo a própria organização, tenta “cobrir o gap de apoio e financiamento existente entre o aporte feito por programas de aceleração, investidores anjo e ferramentas de financiamento coletivo (crowdfunding) e o aporte feito por Fundos de Seed Money e Venture Capital”. A partir de 2017, o programa pretende investir em 200 empresas em um período de 4 anos. Serão selecionadas 50 startups anualmente, distribuídas entre duas rodadas de investimento, detalhadas no edital.

A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas para as Startups há diversos beneficios. (Imagem: Ilustrativa)
A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas para as Startups há diversos beneficios. (Imagem: Ilustrativa)
2. Lei do Bem

A Lei do Bem foi instituída em 2005 com a intenção de diminuir a carga tributária de empresas cujo foco seja Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico (P&D). O nome oficial dela é Lei 11.196/05, e ela abrange ainda mais pontos, além de benefícios fiscais para empresas inovadoras (tópico que explora em detalhes em seu Capítulo III). É devido à Lei do Bem que, durante muito tempo, houve diminuição no preço de produtos eletrônicos no Brasil, por exemplo.
Aproveitar esse benefício fiscal é responsabilidade do próprio contribuinte, que deve declarar os gastos com Pesquisa e Desenvolvimento em contas específicas — de preferência, com ajuda de um contador especializado em startups.

3. Lei do Investidor Anjo

Essa lei não é exatamente um benefício fiscal para startups, mas pode ajudar muito na contabilidade delas! O conceito de investidor anjo não é novo no país, mas apenas em 2017 ele passou a valer sob a atual Lei Complementar 155/2016. O nome popular da lei não é em vão: os investidores anjo podem ser a salvação de um negócio iniciante! Começar uma empresa é algo cheio de desafios, e um dos maiores deles é ter capital o bastante para mantê-la, além da eventual falta de experiência do empreendedor no complexo mundo dos negócios. O investidor anjo surge como uma solução para as duas questões.

A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas para as Startups há diversos beneficios. (Imagem: Ilustrativa)
A burocracia é o terceiro maior desafio dos empreendedores brasileiros. Mas para as Startups há diversos beneficios. (Imagem: Ilustrativa)
4. Redução do ISS

O Imposto Sobre Serviço (ISS) é um tributo municipal. Cada cidade tem regras particulares para o recolhimento dele, organizadas a partir de uma Lei Federal, a Lei Complementar 157/2016. Como o nome já indica, o ISS é uma taxa arrecadada de empresas que oferecem serviços. A atual legislação altera alguns pontos das regras que estavam em vigência desde 2003.

5. Simples Nacional

Como já explicamos com detalhes em outro artigo, o Simples Nacional, instituído em 2006, já ganhou alguma fama na última década, mas ele nem sempre é a opção mais vantajosa para as startups. Ele cumpre bem o que promete no nome e simplifica o pagamento de diversos impostos ao reuni-los em um pagamento unificado. Seus benefícios, entretanto, não podem ser aproveitados por qualquer startup. Agora que você sabe alguns dos principais benefícios fiscais para startups, aprofunde seu conhecimento sobre o assunto com nosso e-book grátis: Impostos para Empreendedores! Não deixe a falta de organização fiscal ficar no caminho do sucesso da sua empresa!

Conheça a Abrir Empresa, e siga as nossas redes sociais InstagramFacebookLinkedinYoutube.

Veja também

7 formas de ganhar dinheiro na internet

Está com medo de abrir o seu negócio? Então você precisa ler isso

Os Melhores negócios para investir em 2021

Quer ser um profissional de sucesso? Veja essas dicas

Tire seu sonho do papel em 2023

Muitos empreendedores desejam abrir suas próprias empresas, mas acreditam que o processo é muito difícil e burocrático. No entanto, muitas das facilidades para abrir uma

Leia Mais »

Abra sua empresa agora mesmo!